Do Limão à Limonada! – Matéria publicada no Caderno Viver com Saúde do Jornal NH – Segunda 25.11.2019

Ele, uma das frutas mais conhecidas ao redor do mundo, está ainda mais popular! Isso porque algumas pessoas, influenciadoras de outras, divulgaram que ao utilizarem o limão regularmente reduziram ou mantiveram o peso. Mas será que ele tem esse poder? Vejamos:

Uma xícara (100g) de limão contém 29 Kcal, 89% de água, 1,1g de proteína, 9,3g de carboidrato, 0,3g de gordura, 2,8g de fibras. Possui também ácido cítrico, magnésio, vitamina C, cálcio, óleos essenciais, fitoquímicos (pectina, limoneno, flavonoides), entre outros. Além dos reconhecidos benefícios ao sistema imunológico, essas substâncias podem auxiliar na regulação e modulação do sistema antioxidante e síntese de gorduras. Já os compostos (hesperidina, diosmina, eriocitrina, d-limoneno) encontrados nele contribuem principalmente para a diminuição do risco de doenças cardiovasculares, níveis alterados de glicemia, desordens digestivas.

Atualmente, o limão ganhou status de queridinho das celebridades! Elas o utilizam principalmente para redução e manutenção do peso corporal e desintoxicação orgânica. Importante se dizer que há séculos as virtudes do limão são aceitas, principalmente, as anti-inflamatórias, antibacterianas, antivirais. Mas, a responsabilidade de alimento vital ao processo de emagrecimento atribuída à ele mais recentemente gera algumas questões à serem pensadas.

É certo que o rótulo “super” em certos alimentos é algo que acontece com frequência e neles é depositado uma expectativa enorme sobre suas qualidades. Isso acontece por nossa tendência em simplificar, cortar caminhos e buscar soluções milagrosas que sejam potencialmente capazes de minimizar o processo e supervalorizar o resultado, principalmente quando o assunto é redução de peso.

Se você está precisando e decidiu que quer emagrecer ou tem a necessidade emocional de manter a estabilidade dos números na balança, a atitude mais acertada é entender que nenhum alimento, por si só, é capaz de engordar, emagrecer e, muito menos, promover curas ou resultados milagrosos. Não adiantará usar o limão com o intuito de neutralizar os efeitos de seus exageros alimentares.

Embora a comida seja uma fonte indiscutível de conforto emocional, se você orientar sua atenção e energia para outras possibilidades, vai encontrar o bem estar que deseja. Caminhe, corra, dance, nade, pedale, movimente seu corpo na direção de seus objetivos! Desacomode-se, deixe para traz as soluções milagrosas e sinta prazer no seu processo de mudança, dê à ele o valor que merece.

Use o limão que é, sem dúvida, um alimento benéfico à saúde, faça sua limonada, mas não transfira à ele uma responsabilidade que é sua! Para libertar-se dos velhos hábitos permita-se ser qual a lagarta, que suporta com tranquilidade as adversidades do casulo porque, de alguma forma, sabe que ao transformar-se em borboleta, ganhará as alturas e enxergará o mundo, e ela mesma, de uma outra perspectiva.