Água com ou sem bolinha? – Matéria Publicada no Caderno Viver com Saúde do Jornal NH – Segunda 06.01.2020

A água é uma substância indispensável à sobrevivência, principalmente nessa época de temperaturas altas. Sem ela, a vida simplesmente não é possível já que representa de 40 à 80% do peso corporal. Essencial desde as funções orgânicas mais simples até as mais complexas, uma pessoa adulta precisa beber pelo menos 2 litros/dia de água para garantir a manutenção de suas funções vitais.

Quando sentimos sede é porque nossa reserva hídrica está inferior ao nível desejado pois o corpo não possui reservas de água como acontece com os alimentos em que o seu excedente é guardado em forma de gordura. A falta de água no organismo pode causar alguns sintomas como fraqueza, tontura, dor de cabeça, fadiga.

Para saciar a sede, muitas pessoas adoram sentir na boca o efeito das bolinhas da água com gás. Ela pode ser gaseificada de forma natural ou artificial. A gaseificação natural acontece quando ela já sai da terra com gás devido à fenômenos provenientes de seu aquecimento em fontes próximas à vulcões. No caso da artificial, é coletada de fontes comuns, tendo parte de seu oxigênio retirado e, de forma semelhante aos refrigerantes, acrescentado gás carbônico para produzir suas bolinhas. Na natural, a gaseificação é mais leve, enquanto na artificial, é mais intensa.  A água natural contém até 4 vezes mais cálcio, magnésio e potássio do que a água tratada que chega às nossas torneiras e esta, por sua vez, possui maiores concentrações de cloro e flúor. Tanto a água mineral com gás como a sem gás, contêm sódio e outros minerais e suas quantidades dependem das características geológicas do lugar de onde derivam, o que justifica a variação do teor de sódio entre as marcas, logo, leia o rótulo para não exceder a quantidade diária permitida que é 2g/dia.

A melhor maneira de ingerir água é no seu estado natural por ser imediatamente direcionada ao cumprimento das inúmeras funções que realiza no organismo. Isso não quer dizer que, se você gosta da água com gás, não possa eventualmente utilizá-la! Por exemplo, você sabe qual a finalidade daquele copinho de água mineral com gás que é servido junto com o cafezinho? Serve para limpar suas papilas gustativas e você saborear melhor seu café. Por outro lado, pode, quando utilizada de forma sistemática irritar as mucosas do estômago e causar desconforto a quem tenha um sistema gastrintestinal mais sensível.

Se você tem dificuldade em ingerir a água, pode completar sua ingestão diária incluindo água de coco, chás, sopas, sucos naturais, frutas e vegetais ricos em água. Mesmo assim, a ingestão de água pura é imprescindível, pois hidrata e desintoxica seu corpo, garantindo seu bem estar físico e também mental. Portanto aproveite esse líquido precioso que a natureza tão generosamente nos oferece e não descuide de sua saúde.