Colágeno: Essencial ao Nosso Organismo – Matéria publicada no Caderno Viver com saúde do Jornal NH- Segunda – 11.11.19

A estação mais quente do ano vem se aproximando e nossa pele vai ficando cada vez mais em evidência. Nesse clima, uma pergunta bem recorrente é sobre a necessidade e eficácia, ou não, do uso da suplementação de colágeno. Mas afinal, o que é e para que serve o colágeno?

Pode-se dizer que ele é a “cola” que ajuda a manter a forma e a estrutura de nosso corpo, uma proteína estrutural formada à partir de aminoácidos que, por sua vez, são seus blocos de construção. Ele une células e tecidos, dando firmeza e elasticidade à pele, além de participar da constituição de ossos, cartilagens, músculos, cabelos e unhas. O colágeno corresponde a cerca de 30% da massa proteica, ou seja, 6% do nosso peso corporal e é classificado em diferentes grupos ou tipos, sendo o Tipo I o mais abundante. Alguns nutrientes são importantes para estimular e dar suporte à produção de colágeno, veja:

Macronutriente para Estimular:

-Proteínas (Fonte Animal): carnes (vermelhas, aves, peixes), ovos, leite contêm proteínas de alto valor biológico.

-Proteínas (Fonte Vegetal): leguminosas (feijão com arroz, grão de bico), grãos (quinoa), cereais (aveia), vegetais folhosos verdes (espinafre, couve, rúcula).

-Proteínas Hidrolisadas: gelatina (colágeno de ossos e tendões de bovinos quebrado em partículas menores).

Micronutrientes para dar Suporte:

-Vitamina C: frutas cítricas (acerola, laranja, kiwi, limão) e frutas vermelhas.

-Vitamina E: azeite de oliva extra virgem, abacate.

-Selênio: castanhas, nozes.

-Zinco: avelã, amêndoa, carnes.

O colágeno é imprescindível ao envelhecimento saudável, mas consumir alimentos que favorecem sua produção não será suficiente se você não eliminar hábitos nocivos (tabagismo, álcool, açúcar refinado, exposição inadequada ao sol, poluição, alimentação desequilibrada, estresse, sedentarismo, sobrepeso). Além disso, sua produção naturalmente diminui cerca de 1% a cada ano, ocasionando alterações na pele, unhas, cabelos, ossos, músculos e as mulheres têm uma perda ainda mais acentuada, pois possuem quantidade menor dele no organismo. Então, a suplementação de colágeno pode ser uma alternativa: Veja alguns deles:

-Suplementos Alimentares: encontrados na forma de pó, balas, gomas ou alimentos enriquecidos com colágeno.

-Colágeno Hidrolisado: fonte biodisponível indicada principalmente para pessoas que praticam atividades físicas para proteção e reparo das articulações. Em tratamentos estéticos auxilia no embelezamento e rejuvenescimento da pele do rosto e do corpo. Seu uso deve ser acompanhado por um profissional.

Contudo, o método mais eficaz e barato para a manutenção de colágeno é uma alimentação que inclua macro e micronutrientes de forma adequada, manter o corpo em movimento com atividades que você goste e melhorar o seu contexto ambiental reduzindo o máximo possível os hábitos nocivos à sua saúde. Envelhecer é inevitável, mas assegurar uma longevidade com qualidade de vida é uma escolha individual e intransferível, portanto a decisão de como será esse processo em você, é sua!